• Ricardo Sanfer

Aaah... ^^ O coaching de relacionamento

O coaching de relacionamento é uma especialização do Life e é recomendado para os mais diversos tipos de relacionamento, dos profissionais até os românticos. E embora não seja o algoz contra separação, sem a intervenção do coaching de relacionamento, segundas chances são ainda menos prováveis.

No mundo profissional, o fator inteligência social é apontado como a principal causa de demissões e problemas na execução de tarefas.


Há também relacionamentos afetivos muito conturbados, famílias problemáticas e pessoas frustradas com relações românticas.


E acredite, isso tem se tornado cada vez mais comum. Por isso, faz algum sentido que tanta gente esteja preferindo morar sozinha ou “adotar” animais?


Tem algo de muito errado acontecendo e a explicação mais razoável para o problema é que existe dificuldade para lidar com frustrações, com sentimentos; há pessimismo, baixa resiliência e cada vez mais egocentrismo mútuo.


Mas, um coach pode lidar com esses assuntos? Sem dúvida, e mais do que ajudar a estabelecer metas de relacionamento e a entender a parceria atual, um coach especializado em relacionamento (relationship coaching), pode ajudar a reverter aqueles tipos de problemas individuais que meandram abaixo de nível patológico e são tóxicos às relações.


Ou seja, a intervenção do coaching de relacionamento se dá dentro do que se reconhece como insegurança, baixo nível de autoconsciência, vícios emocionais, possibilitando o rompimento de pensamentos dolorosos de experiências infelizes, trabalhando ressignificações ao invés de terapias, pois, mais uma vez, não é essa a função do coaching.


Os coaches de relacionamento trabalham tanto com casados quanto com solteiros com histórico de relacionamentos problemáticos, que têm dificuldade em saber o que esperam dum relacionamento e o que podem oferecer, como pessoas que possuem vida própria e dessa forma tenham mais a dar do que para receber.


Por não se tratar de terapia de casal ou de desempenho de papel de psicólogo, o coach dedicado a relacionamentos tem a função de tornar pessoas saudáveis em parceiros melhores ou em pares potenciais.


Isso é feito com uso de técnicas especiais da formação base do coaching de vida.


Como no ambiente profissional, também existe instabilidade nos relacionamentos pessoais, por isso casais têm momentos de estranhamento que, consequentemente, geram brigas que podem se tornar constantes.


Nessa situação, as contribuições de um coach especializado em relacionamento poderão reverter as indiferenças afetivas entre o casal.


Este profissional saberá lidar com tópicos como diferenças, imaturidade, apatia, culpa, baixa autoestima, negatividade, justificativa para os erros, críticas e a ausência para validação e o pré julgamento, bem como o constante estado de vitimização, são alguns dos pontos que esse profissional procura trabalhar em uma relação a dois.


A prática também costuma ser aplicada no ambiente de trabalho, afinal, quem nunca presenciou ou esteve diretamente envolvido em tensões dentro do trabalho?


Apesar de ser um problema menos frequente nas organizações que se esforçam para oferecer a melhor cultura organizacional para seus colaboradores, ainda se vê ambientes contaminados por conflitos entre colegas que normalmente apresentam deficiências sociais fora do ambiente profissional.


Evidentemente, um coach habilitado perceberá a diferença entre vícios emocionais, tudo o que está abaixo de problemas patológicos e feridas não cicatrizadas da infância para encaminhar o coachee a um terapeuta.


Em qualquer segmento que o coach de relacionamento escolha atuar (relacionamento pessoal e profissional), o coach de relacionamento trabalha, de maneira prática, causas não percebidas pela pessoa, ao mesmo tempo que busca um equilíbrio na relação entre os indivíduos.


E nas palavras e experiência de Hadley Earabino, “o coaching de relacionamento pode ajudar a desatar os nós do amor, mas não pretende ‘salvar’ os casamentos.


O treinamento esclarece questões de relacionamento - separando o que podemos controlar do que não podemos. Traz à luz brilhante da consciência os cantos ocultos do ressentimento, do medo e da evasão.”


Acrescenta que não é necessário que o coach atenda o casal, pois quando um dos cônjuges é aliviado do sofrimento mental, consequentemente o casamento tem seu desgaste diminuído ou resolvido.


Se você está considerando uma especialização, talvez tornar-se um coach de relacionamento atenta suas expectativas e garanta sua estabilidade, por causa do crescente número de conflitos afetivos entre pessoas.


E se quiser descobrir as diferenças entre um coach de relacionamento, coach de casamento, coach de namoro, coach de amor ou coach de família, clique neste link do LSF Global.


Inicie hoje mesmo sua formação em coaching com a SanferCoaching.

5 visualizações

Receba novidades gratuitamente

© 2018 por RicardoSanfer.